Pesquisar
Close this search box.

O que um cachorro pode te ensinar sobre vendas

Sumário

Seja persuasivo sem ser chato

Sabe quando uma reportagem de TV mostra um conflito entre grupos, a violência está a solta, o clima é de tensão e passa um cachorro tranquilo e em paz lá no fundo? Os cães costumam ser bons de relacionamento.

E quando você está comendo, vem um cachorrinho olhando para você com uma cara que te faz derreter? Eles são persuasivos, sem ser chatos. (Bom, alguns.)

E quem não consegue lembrar de alguém que jurou jamais ter um cachorro, hoje ama de paixão, não troca por nada no mundo e se bobear o deixa dormir na cama? Eles sabem entregar o que a pessoa precisa com jeito, talvez isso seja saber amar.

O que quero contar ainda vai além, recebi uma grande aula no convívio com uma golden linda!

Channel e eu, em um dos trabalhos mais legais que fiz: Personal Dog Trainer.

Temos um percurso para avançar juntos

Consegue imaginar uma cachorra grande, linda, forte e cheia de energia?

Essa era a Channel e nós passeávamos juntas todos os dias. Você vai entender onde eu quero chegar.

No início eu acreditava que deveria passear com ela, que tinha mais força e velocidade que eu. Além de querer cheirar todos os matinhos, atravessar a rua a hora que bem entendia, correr quando via um cachorro despontando no horizonte. Antevendo essas possibilidades ela puxava de um lado a coleira e eu puxava de volta para controlar a situação. Eu levantava a voz firmemente e dizia “Fica” “Junto”, “Não”.

Era muita energia, eu voltava cansada e pensando o que fazer. Amo cachorros, então respirava fundo e pensava: “Ela não sabe o que está acontecendo, não entende, ela está seguindo sua natureza, é um cachorro.” Por não ter como comunicar com ela e muito menos ficar brava com a situação, afinal, era um cachorro, resolvi fazer diferente.

E se puder ser mais leve?

Deixei que teoricamente eu passeasse com ela para, na prática, ela passear comigo. Minha estratégia era estar próxima, deixar a guia um pouco mais curta e a deixar ir. Ela corria, eu corria. Ela parava, eu parava. Ela queria atravessar a rua eu seguia sua iniciativa, com o cuidado de olhar para os lados. Quando havia necessidade de direcionar, fazia algum movimento e chamava sua atenção com palma e carinho. Isso tornava tudo mais fluido e legal.

Com isso, para minha surpresa, ela passou a aceitar meus comandos com puxadas sutis na coleira e abanando o rabinho.

Depois entendi que isso chama Rapport na PNL (Programação Neuro Linguística), que é um processo para gerar conexão, relação, estabelecer confiança. Nele se diz que devemos acompanhar, acompanhar e acompanhar alguém para depois conduzir. E me lembrei da minha mestre de quatro patas.

Primeiro, buscamos espelhar e fazemos um esforço consciente para ver o mundo sob a ótica do outro. E a regra da reciprocidade faz com que o outro tenha mais confiança e abertura com você. Naturalmente queremos ser legais com quem nos entende, fala a nossa língua e é legal conosco de forma genuína.

Posicionamento e comunicação mudam tudo

Entendeu como pode aplicar a mesma lógica? Soltando a necessidade de controle.

A comunicação está na raiz dos relacionamentos, saber ouvir é mais importante do que falar. Acompanhe, entenda sob o ponto de vista do outro, o deixe ser quem é, o aceite, busque o entender e devolver isso em sua fala e expressão.

Faça isso de maneira verdadeira e assim ganhará a abertura do outro quando apresentar sua ideia. E adivinhe só que legal: isso favorece acontecerem vendas. Pois ela acontece de uma maneira mais natural quando há conexão entre o que o cliente quer e o que você entrega. E num espaço de diálogo vocês conseguem assimilar isso e entender que estão construindo algo juntos!

Melhor do que querer vender para o seu cliente é que ele queira comprar de você, não é mesmo? Já reparou que ninguém gosta que os outros o vendam algo, mas todo mundo gosta de comprar?

Faz sentido para você? te ajudou de alguma forma? Vou ficar feliz em saber, me conte nos comentários e compartilhe com quem possa gostar de ler este texto.

Um abraço e até o próximo!

Quem chega primeiro bebe água limpa!

Receba em primeira mão nossos conteúdos e atualizações sobre sites, marketing digital, elementor e mais!

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Picture of Nathalia Wilke

Nathalia Wilke

Nathalia é uma profissional criativa, que ama pesquisar, escrever, conhecer as histórias dos empreendedores e negócios. Possui experiência relevante em atendimento do cliente, empreende no mercado digital desde 2017, é estrategista digital e especializou em comunicação para processos de vendas.

Ele criou um modelo de recorrência que permitiu receber mais de R$ 8.000,00 todos os meses, através da criação de sites, fazendo praticamente nada...

Para você que quer empreender através da criação de sites.

Um documento a prova de falhas para você fazer o briefing de criação de sites IDEAL para seu projeto!

Veja Também

Como lidar com clientes difíceis?

Lidar com clientes difíceis costuma fazer parte da rotina diária dos agentes de suporte ao cliente. A maioria de nós reagiria agressivamente se tivéssemos que falar com um cliente zangado ou autoritário. No entanto, é importante que os profissionais de suporte

Construção de Valor

Você já ouviu falar sobre construção de valor? Se você está começando com uma marca ou deseja melhorar os seus resultados apostando em marketing digital, saiba que entender esse conceito é primordial. Promover valor para a sua marca não é colocar

Modelos de monetização

A monetização de um negócio é uma tarefa crucial para o sucesso de qualquer empresa. Existem diversas formas de monetizar um negócio, desde a venda de produtos ou serviços até a geração de receita através de publicidade ou assinaturas. Neste

Como falar bem em vídeos

Muitas pessoas têm medo de falar em público e quando ouvem que estão sendo filmadas, o medo aumenta. Mas afinal, como falar bem em vídeos? Como desenvolver essa habilidade? Felizmente, falar para a câmera pode ser feito com sucesso seguindo algumas

Falácias

Conquistar o coração e confiança do público-alvo da sua empresa é algo difícil de ser construído e que costuma levar tempo, por isso, é necessário tomar o maior cuidado na hora de realizar o seu marketing que ele não contenha