Pesquisar
Close this search box.

Os 6 chapéus (Edward Bono)

Sumário

No momento em que se procura a resolução de um problema, seja em uma reunião ou quaisquer situações que é necessário alcançar um senso comum, são muitas as opiniões que divergem uma das outras. Neste momento entra os 6 chapéus (Edward Bono), organizando a dinâmica das discussões desde a definição dos problemas até o plano de ação.

O problema é dividido nos mais diferentes aspectos (os chapéus), e a cada oportunidade o grupo escolhe um desses chapéus e vai direcionando os pensamentos baseando-se nos pontos que foram definidos pela cor desse chapéu.

Os 6 chapéus (Edward Bono) são separados por seis cores diferentes, onde cada uma das cores possui uma definição de onde determinado aspecto deve ser trabalhado na dinâmica. Que é o que veremos a seguir.

Definição das cores dos 6 chapéus

A aplicação do método os 6 chapéus (Edward Bono) é bem simples, se quiser usar este método ou precisa utilizá-lo, abaixo você entenderá o que representa a cor de cada um.

O chapéu branco

Este chapéu simboliza os dados, os números e as figuras. É o chapéu que representa os fatos, apresenta uma visão de todo o problema. Direciona para todas as informações, aquelas que estão disponíveis ou aquelas que são imprescindíveis.

O chapéu vermelho

É o chapéu que representa o palpite, os sentimentos e a intuição. Nele são colocadas as informações pessoais e emocionais de cada indivíduo, sendo dispensadas as justificativas. Podendo ser utilizado depois de uma tomada de decisão, mas por um tempo curto, para que não atrapalhe a parte racional.

O chapéu verde

Este chapéu é relativo à criatividade e à produção de ideias novas. Esta fase se assemelha a um brainstorming, que tem como finalidade produzir soluções alternativas e a apresentação de possibilidades. É importante que todos apresentem suas possíveis soluções para o problema, mesmo que soe como ideias absurdas e fora da realidade.

O chapéu amarelo

Enquanto o chapéu verde serve para apresentar ideias, o chapéu amarelo serve para a apresentação de críticas. Neste caso, críticas construtivas. Os participantes indicam os pontos positivos e benefícios de modo geral. Servindo também para a motivação de pessoas, influenciando-as a enxergar as mudanças e fazê-las com que sigam mesmo quando o problema parecer sem solução.

O chapéu preto

Este chapéu é o contrário do chapéu amarelo, ele representa a parte negativa. Relaciona-se com o julgamento, com a visão crítica ampliada, identificando todos os riscos. Nesta fase, é necessário que se pense no cenário mais desastroso possível, e nas razões de não funcionar. Esta fase é muito importante, para o processo pois fortalece todos os planos e que estes se tornem funcionais.

O chapéu azul

É o chapéu que serve para orientação, é utilizado durante todo o processo. Ele representa a visão geral, os planos a serem seguidos e todas as orientações. O foco dele não é direcionado especificamente ao tema, mas sim da forma em que ele é discutido, e sempre mantendo o direcionamento do grupo. Com este chapéu também são realizados os resumos dos questionamentos levantados, as soluções e conclusão de todo o processo.

Sempre antes da inicialização do método os 6 chapéus (Edward Bono), é preciso definir quais são os objetivos e os resultados que são esperados.

Lembrando que não existe uma ordem exata para a utilização dos 6 chapéus (Edward Bono), eles podem ser requisitados a qualquer momento do processo. Mas é preciso que se evite a mistura dos momentos de cada um. Isso evita que o processo se torne ineficaz.

Os 6 chapéus (Edward Bono) é uma técnica muito completa, que é capaz de auxiliar nas mais variadas situações em que se tem como missão final, a solução dos problemas ou para criação de novos serviços e produtos.

Quem chega primeiro bebe água limpa!

Receba em primeira mão nossos conteúdos e atualizações sobre sites, marketing digital, elementor e mais!

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Picture of Nathalia Wilke

Nathalia Wilke

Nathalia é uma profissional criativa, que ama pesquisar, escrever, conhecer as histórias dos empreendedores e negócios. Possui experiência relevante em atendimento do cliente, empreende no mercado digital desde 2017, é estrategista digital e especializou em comunicação para processos de vendas.

Ele criou um modelo de recorrência que permitiu receber mais de R$ 8.000,00 todos os meses, através da criação de sites, fazendo praticamente nada...

Para você que quer empreender através da criação de sites.

Um documento a prova de falhas para você fazer o briefing de criação de sites IDEAL para seu projeto!

Veja Também

Inbound Marketing

Inbound marketing é uma estratégia de marketing digital que se concentra em atrair, engajar e conversar com os clientes em potencial através de conteúdo valioso e relevante. Em vez de interromper as pessoas com anúncios invasivos, o inbound marketing se

Mínimo Produto Viável (MVP)

Você já ouviu falar sobre MVP? Esse conceito é extremamente importante para quem está pensando em começar um negócio ou até mesmo para empresas bem consolidadas, mas que querem lançar um novo produto ou mudar processos. Nem sempre acertamos de

Estratégia de Conteúdo

Elaborar uma boa estratégia de conteúdo é fundamental para os empreendimentos e até pessoas que querem ter sucesso com qualquer divulgação, por isso ter conhecimento de como montá-lo é tão importante. No dia a dia, somos invadidos por inúmeros conteúdos,

Modelos de negócio

Os modelos de negócio são a estrutura básica com a qual uma empresa gera receita e lucro. Eles descrevem como uma empresa pretende criar, entregar e capturar valor. Existem vários tipos diferentes de modelos de negócio, cada um com suas próprias vantagens e

Sucesso do cliente (CS)

O sucesso do cliente (Customer Success) está se tornando cada vez mais importante para as empresas. Afinal, os produtos e serviços não devem mais apenas satisfazer os clientes, mas também torná-los mais bem-sucedidos, ou seja, oferecer valor agregado. Como as empresas atingem